conheça nossa nova livraria virtual...

drops

 

Fóton Drops - Informativo sobre Usos da Tecnologia Multimidia - 004 - set 2008

Para inscrever-se em nossa Newsletter, clique aqui.

Evolução da Comunicação Humana e dos Meios de Comunicação.

evolução humana

O homem começou a sentir a necessidade de comunicar-se desde que começou a viver em sociedade, fosse para alertar sobre alguma coisa ou expressar sua cultura ou sentimento.

pintando cavernas
Desenho representando as primeiras manifestações

Todas as datas que sabemos sobre a evolução da comunicação são datas presumidas, sem muita exatidão, mas é necessário afirmar que ela sempre existiu, e acompanhou a evolução biológica do homem.

Neste artigo, para ficar mais fácil a compreensão, há a divisão da evolução em Pré História e História. Eis a divisão:

Pré História: é toda forma de civilização anterior à invenção da escrita, e ela data de aproximadamente 500.000 A.C., e podemos subdividi-la em:

Paleolítico e Mesolítico de 500.000 A.C. à 18.000A.C. Foi quando o homem começa a dominar a natureza, fabricar utensílios, usar trajes para se proteger do frio, usar o fogo e, dentre outras coisas, desenvolver a linguagem para se comunicar. Nesse processo, inicia-se o que hoje conhecemos como pinturas rupestres, ou seja, desenhos feitos em cavernas ou pedras para conseguir expressar-se.

pintura ruprestre
Pintura Rupreste - Parque Nacional de Sete Cidades - Piauí - Brasil

Neolítico de 18.000 A.C à 5.000 A.C. O homem passou a viver em grupos maiores, as habitações passaram de cavernas à casas construídas por ele próprio, os trajes eram feitos por tear, e a comunicação passou a ser expressa através da técnica de gravar  o cotidiano em ossos, pedras e madeiras, assim como apareceu a modelagem em argila.

Idade dos metais de 5.000 A.C à 4.000 A.C. É assim denominada  porque o homem começou a utilizar cobre, ferro e bronze no seu dia a dia; as civilizações viram centros urbanos e o homem descobre a importância de se desenvolver perto de rios. Os seus meios de locomoção também se desenvolvem, porém o meio de comunicação continua o mesmo.

A transição da Pré-história para a História se dá no final da Idade dos Metais, que foi por volta de 4.000 A.C. Os historiadores aceitam como certo o aparecimento da escrita na Mesopotâmia e no Egito.


papiros egipcios
Papiros Egípcios - sem data definida de sua existência


Agora chegamos a História que é assim denominada, pois nessa Era temos arquivos que registram e datam os acontecimentos. Através dessa época é que temos uma real noção de como o homem vivia e se comunicava, o que pensava e o que sentia em relação ao mundo ao seu redor.

Se o surgimento da escrita marca o início da história, a invenção da técnica de imprimir ilustrações, símbolos e a própria escrita, promove a possibilidade de tornar a informação acessível à um número cada vez mais crescente de pessoas, alterando assim o modo de viver e de pensar de uma sociedade.

Passamos por grandes invenções, como jornal que data o seu primeiro exemplar de 59 A.C., em Roma, por Julio César, com o intuito desejado de informar o público sobre os mais importantes acontecimentos sociais e políticos e que, até hoje, tem, praticamente, a mesma função.


primeiro jornal do brasil

À esquerda o jonal como hoje conhecemos.
À direito primeiro exemplar de jornal publicado e impresso no Brasil datado de 10 de Setembro de 1808


Mas o homem ainda conseguiu inovar a disseminação de idéias com a invenção do rádio, com sua primeira transmissão datada de 1.900, que foi um marco na história, pois ao contrário do jornal, as ondas do rádio tinham um alcance e velocidade muito superiores.

primeira rádio
Acima e à esquerda, o primeiro rádio usado em sua primeira transmisão, em 1900. No meio, à direita, evolução do design dos aparelhos de radio, por volta de 1950 e abaixo à esquerda o modelo que hoje conhecemos.

O passo seguinte foi o surgimento da televisão, em 1924, que era a junção dos componentes gráficos de um jornal, como imagens e figuras, com os componentes de áudio do rádio, a fala, sendo assim possível ver imagens em movimento juntamente com o áudio.

Observando uma rápida síntese, temos um processo crescente onde o homem desenvolveu a pré-escrita, a escrita, o papel, as impressões manuais e as mecânicas, sendo assim possível a informação cruzar grandes distâncias geográficas, culturais e cronológicas. Passamos pelos meios de comunicação como jornais e revistas, rádio e televisão, tendo atingido a nossa época, que podemos chamar de Era da Tecnologia e da Informação.

Na era da Tecnologia o computador é o carro chefe, pois no início, em 1943, ele era uma máquina gigantesca, de cálculos, que ocupava uma sala inteira, passando por transformações, e, em 1971, surgiu o primeiro micro computador.

primeiro computador
Acima à esquerda, o primeiro computodor; abaixo, à direita, o primeiro microcomputador


Desde então o homem não teve limites para sua evolução, saindo dos computadores gigantescos chegando aos computadores portáteis e até os de mão, que não são somente máquinas de cálculo e sim abrangendo as mais variadas funções.

primeiro notebook
A evolução do notebook
Acima um modelo contemporâneo e abaixo o primeiro modelo de computador portátil.


Andando lado a lado com a evolução dos computadores, está a Internet, que nem sempre fora da maneira que a conhecemos, na verdade, ela foi desenvolvida, em 1969, para fins militares, na época da Guerra Fria, e não passava de um sistema de comunicação entre as bases militares dos EUA, e tinha o nome de ArpaNet.

Arpanet
Leonard Kleinrock demonstrando as funções da Interface do
Processador de Mensagens (IMP), um importante componente da ARPANET.


Com o fim da Guerra Fria, o sistema tornou-se praticamente desnecessário para fins militares, que os mesmos resolveram dar acesso ao público, e foi em 1971 que ela passou a ser usada por acadêmicos e professores universitários, principalmente nos EUA, onde os mesmos trocavam pensamentos e mensagens, passando a ser denominada como Internet. A disseminação e a popularização da rede se deu no ano de 1990, tornado-se gradativamente no que conhecemos, e hoje, em 2008, esse mundo que até então era paralelo, tornou-se indispensável para nossa vida, pois estar conectado à rede mundial é uma fonte de conhecimento, interatividade, diversão e acima de tudo, de comunicação.


Fontes:
www.pt.wikipedia.org
www.kplus.com.br
http://br.geocities.yahoo.com